Como aliar inovação e criatividade nos dias atuais?

Share on facebook
Share on whatsapp
Share on telegram
Share on linkedin
Share on email

Na busca de alternativas para superar a crise que vivemos, a inovação se tornou necessária, mas iniciativas de empreendedorismo sejam em novos negócios ou já existentes, necessitam de criatividade.

Segundo Denilson Shikako, CEO da Fábrica de Criatividade, só há três maneiras de ser inovador e somente uma delas é acessível a todos, individualmente ou como grupo.

A primeira maneira é o talento puro e simples que bem direcionado irá trazer vantagens para quem o tem, como acontece com jogadores de futebol brilhantes ou matemáticos de sucesso.

A segunda maneira é a sorte, ou seja, você está no lugar certo na hora certa. Escolher os números da loteria que serão coincidentemente sorteados depois, por exemplo.

E a terceira, única a que todos têm acesso, o treino para desenvolver a habilidade que irá diferenciar você dos demais e divulgar ela de maneira que possa te trazer valor.

A criatividade é uma habilidade que pode ser desenvolvida

Você se destaca em alguns processos, mas não tem um bom desempenho em outros, porque em algum momento passou a trabalhar aquilo que concluiu que seria melhor e transformou em um padrão de comportamento.

Do mesmo modo, uma pessoa que se sente à vontade sendo criativa trabalha de maneira que possa ter um padrão de excelência em criar, mas isso não significa que simplesmente nasceu com esse dom, ela treina para isso.

Logo, você pode fazer o mesmo, inclusive fazer ao nível organizacional, criando mecanismos para estimular a criatividade e as novas ideias para resolução de problemas.

Empresas que inovam criam estruturas para estimular ideias criativas, implementam elas visando resultado e medem seu sucesso no lucro gerado.

Inovar está diretamente conectado a criar coisas novas, caminhos diferentes para atender uma demanda.

Criatividade: uma habilidade democrática

Ter insights de como melhorar um processo, serviço ou produto, não é exclusividade de gênios ou de pessoas criativas.

Também não existe a necessidade de ser alguém que só trabalha com criação. Uma pessoa de fora, por mais criativa que seja, não vai dar ideias melhores do que você poderia ter na sua área profissional.

Então você deve treinar para gerar ideias de maneira estruturada, sempre focando nas que irão trazer ganhos, seja material ou imaterial.

É possível fabricar criatividade?

Desde crianças aprendemos a seguir certos padrões que acabam minando nossa criatividade, ou seja, em sociedade, inconscientemente aprendemos a não inovar.

Para ser inovador precisamos reaprender a experimentar coisas novas, experiências diferentes, mesmo que simples, trazem ideias a mente desde que você olhe para aquele momento com o olhar criativo.

Para ter criatividade como qualquer outro bem de valor, são necessárias três coisas: a matéria-prima, os processos e as ferramentas.

Com isso é possível aumentar o escopo criativo e, consequentemente, a inovação, alavancando o potencial do seu negócio.

Um estudo de patentes que a Fábrica de Criatividade fez, mostrou que a maioria das patentes que geraram lucro é de pessoas comuns, que perceberam detalhes em problemas corriqueiros para serem trabalhados.

Efeito UAU!

Quando você estimula dentro da sua organização o empreendedorismo interno, desde o estagiário até o presidente, sempre irá surgir ideias diferentes e que vão gerar lucro.

Fazer com que seus funcionários impressionem, pode ser no atendimento ou em uma nova maneira de reduzir custos em um dos processos em que trabalha, gera o efeito UAU, mas para isso é necessário estímulo.

Trazer a sua equipe para dentro dos ganhos dos projetos inovadores, fará com que o processo se torne mais eficiente, e os números de ideias criativas vai aumentar exponencialmente.

Isso é essencial em épocas de crise como a que vivemos atualmente, a inovação se faz necessária na cultura organizacional, para que as empresas saíam da letargia.

Leia também nosso artigo Inovação: a importância desse conceito para as empresas em tempo de crise, para saber mais.

O mais importante: trabalhe o diferencial

É importante dentro do sistema de inovação da sua empresa, destacar o diferencial. Não pense em algo genérico, algo que faça parte do currículo das empresas, não importa se a sua é ótima nisso, isso não é diferencial.

O que vai diferenciar seu produto ou serviço será pelo menos um desses três quesitos: exclusividade, pioneirismo ou ser top of mind.

A exclusividade não necessariamente se aplica ao produto ou serviço que está vendendo, é algo que só sua empresa faz de diferente.

Pode ser um detalhe, até mesmo fora do seu core business, mas que você deve aprender a destacar e vender como algo importante.

O pioneirismo se alcança quando sua empresa lança algo novo e outros negócios o seguem, ou seja, é lançar uma ideia nova que será absorvida e usada pelo mercado.

Ser Top of mind, ou em tradução livre, a primeira marca que vem à cabeça, também depende de criatividade.

Se você pensar em marcas top of mind, verá que todas elas trouxeram algo de novo para algum aspecto do seu trabalho, seja na comunicação com o cliente ou na maneira de apresentar produto.

Ter um diferencial consistente, não vem naturalmente, ele depende do trabalho e das histórias pessoais de inovação de cada um dos envolvidos.

Por isso é necessário implantar a metodologia de inovação dentro da empresa de maneira colaborativa, mas com objetividade.

O mapa da inovação

É preciso estimular novas ideias dentro da sua empresa, mas captar as ideias e não saber como aplicar torna o trabalho inútil e até poderá trazer prejuízos.

Para que as ideias criativas virem projetos de inovação, é primordial seguir etapas padronizadas, para tirar a ideia do abstrato e executar de maneira eficiente.

Chamamos este processo de mapa da inovação, e se divide em três partes:

– Crie mecanismos de captação de ideias, que irá premiar de alguma forma a pessoa que deu a melhor ideia, ou seja, a mais criativa e que pode ser executada.

– Em seguida você deve definir o caminho dessa ideia. Quem vai executar, em quantas etapas, o que é necessário para executar e como será medido o resultado.

– Por fim, registre a data de conclusão do projeto oriundo da ideia, sendo o recomendado no máximo 6 meses e se necessário mais tempo, definir como uma nova etapa de execução.

Ferramentas para ajudar a criar

Desde sempre nós humanos utilizamos ferramentas para facilitar nosso cotidiano. Para criar não difere. Existem algumas ferramentas que podem auxiliar o processo criativo, inclusive dentro da sua empresa.

Algumas delas são de experimentação como achar uma necessidade, fazer um novo uso de algo, inovação aberta (open innovation), checar lugares diferentes, ter atenção ao redor.

Outras são de exercício, como brainstorming, pensar em algo essencial como inexistente, pensar com a premissa e “se fosse” observar as modas virais, agrupar ideias.

Por último, ferramentas que fazem pensar em novos caminhos, como o design thinking, pensar ao contrário, exagerar a situação ou fazer croquis dos projetos.

A inovação é essencial para o futuro

A inovação não é mais um quesito opcional, seja para o profissional ou para empresa, ela é imprescindível.

Em um mapeamento feito pelo fórum econômico mundial, foram definidas as 10 habilidades mais importantes para o futuro da economia.

A primeira delas foi a resolução de problemas complexos e a terceira, criatividade. Muitas empresas já então pensando dessa forma, como mostra um levantamento feito pela LinkedIn.

A plataforma listou as 50 mil habilidades mais procuradas por recrutadores em todo o mundo e a aptidão que ficou em primeiro lugar foi a criatividade.

Por onde começar uma política de inovação?

Se revisitarmos a história da humanidade vamos perceber que as inovações sempre começam em um problema, seja para uma pessoa ou para um grupo social.

Para aplicar o sistema de inovação de maneira programada dentro de uma empresa a primeira coisa a se fazer é entender os problemas que existem para a organização. Especifique o problema de maneira cuidadosa e tangível, e nunca use informações genéricas ou globais.

O método usado pela Fábrica da Criatividade é especificar os problemas com os seguintes termos: começar com “como”, não ter resposta no Google, ter quatro números, entre eles inclusos o prazo e o budget, e por fim, para quem vai entregar.

O primeiro passo então é adotar a cultura de identificar problemas de maneira consciente, aplicar os processos para estruturar e somente depois buscar uma solução.

Deve-se também após todas as etapas, testar o projeto com consumidores reais, receber o feedback é muito importante para fazer melhorias e garantir aceitação no mercado.

Gostaria de levar sua empresa para o próximo nível? Saiba mais sobre o conselho de administração que foi criado para discutir os desafios das estratégias de gestão e compartilhar soluções em alto nível!

Compartilhe esse Post

Share on facebook
Share on whatsapp
Share on telegram
Share on linkedin
Share on email

Como podemos ajudar a sua empresa a crescer

Conselho Mudando o Jogo

Criamos grupos de Conselho de Administração para compartilhar e discutir em alto nível os desafios de gestão estratégica e te ajudar a tomar as decisões que vão levar sua empresa para o próximo nível! Você pode entrar para uma das turmas ou criamos um conselho só para a sua empresa.

Mentoria Mudando o Jogo

Provavelmente você tem uma estrutura, no seu negócio, com um potencial de gerar resultados muito maiores do que você está atingindo atualmente. Não precisa ser assim, estruturamos uma metodologia própria para otimizar a sua gestão e alavancar o resultado do seu negócio.

Painel CMJ

Convidamos empreendedores do mais alto nível para debater com os Conselheiros do Mudando o Jogo as questões mais atuais sobre gestão empresarial.  Experiências e Know-how que podem acelerar o desenvolvimento da sua empresa.
Podcast

Mudando o jogo

Conversa de empresário! 

No Podcast Mudando o Jogo trazemos discussões relevantes que estão acontecendo em nossas reuniões de Conselho.

Podcast Mudando o Jogo

Gustavo Succi & Luciano Garcia

Canal CMJ no Youtube

Conversas estratégicas entre quem coloca a mão na massa e faz acontecer.

Assista discussões entre convidados e Conselheiros sobre o dia-a-dia das empresas e as estratégias que estão gerando resultado.

Além disso, os inscritos no canal recebem o convite para o Painel CMJ e são lembrados assim que ele começa!

Receba um contato personalizado do nosso time

Preenchendo o formulário abaixo nosso time vai avaliar a sua aplicação e entrar em contato para entender seus desafios e o nível de complexidade da sua empresa. 

Nossa análise é detalhada para que cada empresário que participa de uma das turmas do Conselho Mudando o Jogo faça parte de um grupo em que ele recebe muito, mas também contribui para o desenvolvimento dos outros empresários. 

A partir desse entendimento, vamos identificar qual turma do CMJ seria mais interessante para você, para o negócio dos outros membros e daremos início a sua preparação e boas vindas a turma: 

*Informações obrigatórias.