O consumidor do futuro e o futuro do varejo

consumidor do futuro
Share on facebook
Share on whatsapp
Share on telegram
Share on linkedin
Share on email

Quando pensamos em futuro o que nos vem a mente? Longevidade? Curto prazo? O grande desafio das empresas, principalmente as de tecnologia, é acompanhar as mudanças, tendo em vista que o tempo do varejo é outro. As pessoas tem pressa em montar um negócio de varejo e a tecnologia tem trazido as mudanças na forma que as empresas se comunicam, como se relacionam, como são divulgadas, etc.

Um olhar pautado pela tecnologia ajuda a melhorar a produtividade, a gestão do negócio, a eficiência, o controle, etc. A tecnologia é um caminho sem volta, independente da área de atuação. Quanto mais ferramentas temos de melhorias, que nos permita ser mais eficientes, a ter mais produtividade no nosso negócio, mais teremos tempo para planejar o futuro, para pensar em desenvolver outras áreas mais importantes, sendo que a tecnologia nos ajuda em vários aspectos.

O olhar do consumidor: o futuro pautado pela ótica das pessoas

Na prática, varejo é feito de “GENTE” para atender “GENTE”. Quando se fala de varejo ou de um negócio como um todo, por mais que tenhamos a tecnologia na nossa empresa, sem pessoas, não vamos a lugar nenhum. As pessoas devem estar no centro das decisões de toda empresa. É óbvio quando falamos em futuro, o futuro é agora, onde estamos, em constantes transformações em razão da alta conectividade, que traz mudanças na forma de nos comunicar, de nos relacionar, de acessar informações, fazer marketing e mídia, comprar e vender.

Por exemplo, se um cliente tiver uma experiência positiva com sua empresa, ele vai contar para mais três pessoas. Pelo contrário, se ele tiver uma experiência negativa, ele vai influenciar oito pessoas. As redes sociais ampliam essa proporção. Assim, e necessário realizar mudanças na nossa forma de nos relacionar com nossos clientes. Sejam eles pessoas físicas, jurídicas, etc., são também provedores de conteúdo. Eles falam sobre as empresas, eles contam histórias das experiências que tiveram com determinada empresa, e isso traz uma mudança muito grande no contexto do marketing dessas organizações.

Neste quesito, quais as informações relevantes que é preciso coletar, dar impacto, que indicadores são necessários acompanhar, olhar regularmente no seu negócio.

A capacitação das equipes também é importante, visto que o cliente hoje está muito mais informado, mais conectado, assim, os colaboradores precisam estar mais afiados na hora de uma negociação ou apresentação de um produto ou serviço, senão poderão perder vendas. Um cliente nunca deverá saber mais do que um fabricante ou vendedor de seu produto. Assim, antecipe-se e continue sempre bem informado sobre o seu próprio negócio.

É importante atentar para a visão do cliente ao invés da empresa. Sair do lado interno, que é uma cultura das corporações, para cada vez mais na hora de desenvolver um produto, um serviço, de fazer uma ação de comunicação, de fazer uma ação de desenvolvimento, passamos a olhar de fora para dentro, pelo olhar do consumidor.

O que o meu cliente de fato deseja, é o que é relevante para ele, para que as empresas possam construir de fora para dentro. Colocar-se no lugar do cliente é entender o que de fato faz sentido para ele, e não para você e sua empresa.

Assim, somente vão sobreviver as empresas que forem de fato relevantes. Ouvir mais o cliente e fazer pesquisas de satisfação são atos que as empresas devem começar a praticar desde cedo a fim de atender as suas necessidade e até antecipá-las. O cliente hoje deve estar no centro das decisões.

Qual o futuro do varejo?

Como estamos no final do ano, não tem como pensar nos próximos meses que vem sem pensar nas tendências futuras do varejo. Quem é profissional de marketing deve estar atento para usar a transformação digital e tecnológica a favor das empresas a que prestam serviços, a fim de torná-las mais relevantes no mercado.

Falar sobre tecnologia é essencial. Este é o principal meio para as empresas se manterem firmes no mercado. Haverá cada vez mais a unção do físico com o digital, que irão trabalhar juntos com o objetivo de aumentar os lucros das organizações.

É importante ter em mente que o futuro do varejo está intimamente relacionado com o tipo de experiência que você pode oferecer ao seu cliente. Jamais deixe de colocar o seu cliente no centro do seu negócio.

Os clientes buscam também exclusividade. Ao falar de personalização da experiência do cliente, é importante também discutir a personalização dos produtos. Ninguém quer mais do mesmo. O consumidor busca algo exclusivo e original. Sim, o futuro do varejo vai continuar exigindo o foco no cliente. A tendência é que, cada vez mais, as empresas se adaptem à realidade do consumidor.

A maioria dos especialistas concorda que esse futuro pode ser baseado em três principais tendências. Quem não se adequar, corre grandes riscos de não conseguir se manter neste mercado cada vez mais competitivo.

Acompanhe as principais tendências de futuro do varejo e desde já comece a implementá-las em seu negócio:

1) Investir em experiência

O ideal é utilizar a experiência dos pontos de venda para o digital. A tecnologia não deve ser utilizada apenas para reduzir custos e substituir funcionários, mas para melhorar a experiência que a equipe oferece ao público. O mesmo acolhimento que há nas lojas físicas, deve haver com as lojas virtuais.

2) Investir em pessoas

A utilização da tecnologia no varejo está intimamente ligada ao desenvolvimento de pessoas. Assim, o ideal é ter equipes que tenham diferentes habilidades, mas com valores compartilhados, pois somente assim será possível atingir o sucesso nesta transformação.

3) Fidelizar clientes por meio de assinaturas

A era streaming e uma realidade hoje em dia. De acordo com pesquisas pela Gartner Group 75% do varejo irá oferecer serviços de assinatura, tornando-o cada vez mais competitivo. Cerca de 41% das receitas de empresas que possuem este tipo de programa de fidelidade, vem dessas iniciativas.

O futuro do varejo tem como principal foco desenvolver estratégias cada vez mais eficientes para fidelizar consumidores.

A seguir as principais descobertas do estudo sobre o futuro do varejo e as tendências do setor:

4) Priorizar os consumidores (Shoppers)

Até 2025, a tendência é que todos os consumidores possam ter uma experiência de compra crescente via dispositivos móveis. Tendo em vista que estamos na era do imediatismo, os clientes prezarão a conveniência e tenderão a procurar ambientes onde as compras possam ser personalizadas.

Os varejistas deverão estar suportados por tecnologias cada vez mais modernas e interativas para conquistar a fidelidade desses consumidores, ávidos por comodidade.

5) Integrar a loja física a loja virtual

A importância das lojas físicas não serão reduzidas só por causa da ascensão das lojas virtuais. Elas continuarão a ser importantes no varejo, independente da quantidade de vendas online.

As lojas físicas irão funcionar como vitrines, permitindo que todos os eventos possam ser analisados por meio do uso da internet das coisas, o que melhorará o planejamento e vai prever ou antecipar as tendências do consumidor.

6) O uso de dispositivos móveis

O uso de smartphones cada vez mais potentes continuará a trazer uma melhor experiência de compras pela internet. Desta forma os varejistas deverão otimizar seus sites e aplicativos para favorecer as compras por estes meios.

Os smartphones funcionarão como uma plataforma que terá poder de suportar a jornada de compras, desde as buscas até comparações, recomendações e formas de pagamentos. Até 2025, a tendência é que os varejistas entreguem mensagens cada vez mais relevantes e oportunas direcionadas aos consumidores que incentivarão a compra.

Haverá ainda um grande aumento de pagamentos por meio de dispositivos móveis e este tomará a frente em ser o principal canal para compras por assinatura.

Conclusão

O que se pode dizer com toda certeza sobre o futuro do varejo é que haverá um aumento das lojas virtuais, mas as lojas físicas e os PDVs tradicionais, ainda continuarão, mas devem conter diferenciais para seguir as tendências, se quiser sobreviver ao mercado.

De acordo com a Federação Nacional do Varejo, para cada empresa que desiste de suas lojas físicas, um número quase três vezes maior (2,7) inaugura novos pontos de venda – aumento de cerca de quatro mil unidades nos Estados Unidos em 2017.

O futuro do varejo será melhor para aqueles que melhor se adaptarem e utilizarem suas estratégias para surpreender o cliente. Faça uma adaptação de seus produtos, se assim for necessário. O mesmo deve se dar com sua loja ou indústria, adapte também a equipe, a sua visão de mercado, a sua forma de abordar o cliente e até mesmo a sua linguagem.

O futuro do varejo está nas mãos dos que não se deixam estagnar.

E você, que estratégias tem feito para se adaptar as novas realidades do varejo? Deixe o seu comentário.

Compartilhe esse Post

Share on facebook
Share on whatsapp
Share on telegram
Share on linkedin
Share on email

Como podemos ajudar a sua empresa a crescer

Conselho Mudando o Jogo

Criamos grupos de Conselho de Administração para compartilhar e discutir em alto nível os desafios de gestão estratégica e te ajudar a tomar as decisões que vão levar sua empresa para o próximo nível! Você pode entrar para uma das turmas ou criamos um conselho só para a sua empresa.

Mentoria Mudando o Jogo

Provavelmente você tem uma estrutura, no seu negócio, com um potencial de gerar resultados muito maiores do que você está atingindo atualmente. Não precisa ser assim, estruturamos uma metodologia própria para otimizar a sua gestão e alavancar o resultado do seu negócio.

Painel CMJ

Convidamos empreendedores do mais alto nível para debater com os Conselheiros do Mudando o Jogo as questões mais atuais sobre gestão empresarial.  Experiências e Know-how que podem acelerar o desenvolvimento da sua empresa.
Podcast

Mudando o jogo

Conversa de empresário! 

No Podcast Mudando o Jogo trazemos discussões relevantes que estão acontecendo em nossas reuniões de Conselho.

Podcast Mudando o Jogo

Gustavo Succi & Luciano Garcia

Canal CMJ no Youtube

Conversas estratégicas entre quem coloca a mão na massa e faz acontecer.

Assista discussões entre convidados e Conselheiros sobre o dia-a-dia das empresas e as estratégias que estão gerando resultado.

Além disso, os inscritos no canal recebem o convite para o Painel CMJ e são lembrados assim que ele começa!

Receba um contato personalizado do nosso time

Preenchendo o formulário abaixo nosso time vai avaliar a sua aplicação e entrar em contato para entender seus desafios e o nível de complexidade da sua empresa. 

Nossa análise é detalhada para que cada empresário que participa de uma das turmas do Conselho Mudando o Jogo faça parte de um grupo em que ele recebe muito, mas também contribui para o desenvolvimento dos outros empresários. 

A partir desse entendimento, vamos identificar qual turma do CMJ seria mais interessante para você, para o negócio dos outros membros e daremos início a sua preparação e boas vindas a turma: 

*Informações obrigatórias.