Os passos necessários para a reestruturação das empresas em tempos de crise

Share on facebook
Share on whatsapp
Share on telegram
Share on linkedin
Share on email

O Brasil está vivendo um momento em que entrará em mais um período de crise financeira, dessa vez devido a todas as medidas que foram tomadas pelo Estado para a redução do contágio do coronavírus na população.

Com grande parte do comércio, indústrias e serviços fechados para evitar aglomerações, a economia deixou de girar, funcionários foram demitidos e muito dinheiro foi perdido. Muitas empresas não sobreviverão a essa crise. Talvez essa seja uma das maiores crises que o país passará em muitos anos.

Cenário econômico brasileiro

Não podemos esquecer ainda, que a economia brasileira já estava vindo de um período anterior de crise. Apesar dos esforços de recuperação, ele foi piorado por conta da pandemia. Só para se ter uma ideia, no primeiro trimestre de 2019, segundo dados da Serasa Experian de Falências e Recuperações, um total de 296 empresas realizaram pedidos de falência em todo o Brasil.

Desse total, a maioria delas (160) era de micro e pequenas empresas. As outras 66 eram grandes. Esse indicador registrou o seu auge no ano de 2016 e estava em queda nos últimos tempos. No entanto, ele representa uma diminuição de aproximadamente 24,9% no número de solicitações de recuperação judicial em comparação ao mesmo período de 2017.

Hoje, a maioria dos estados e municípios brasileiros teve que realizar uma quarentena, com o fechamento de seu comércio e de sua indústria para evitar o contágio das pessoas com o coronavírus. Sendo assim, muitos negócios já fecharam as portas, e outros acabaram sendo obrigados a demitir uma parte do seu corpo de colaboradores para garantir o mínimo para manter o funcionamento da empresa.

No entanto, esse cenário ruim não significa dizer que não há um mínimo de esperança. O brasileiro é um povo que busca o empreendedorismo para mudar de vida. Mesmo com tudo isso, a reestruturação de empresas não é uma coisa impossível. Ela não é fácil. De fato é bastante trabalhosa, mas é possível.

Para isso, é fundamental dominar algumas práticas modernas de governança corporativa. Elas ajudam a aumentar a resiliência e a força para que a organização possa caminhar de forma a sair da crise melhorando os resultados que foram planejados.

O que é reestruturação de empresas?

A reestruturação de uma empresa que passa por tempos de crise consiste em fazer uma análise completa para entender o que funciona e o que não funciona no cenário atual. Isso promoverá mudanças de cultura organizacional e estruturais para que novos e melhores resultados sejam conquistados.

É preciso compreender que esta não é uma modificação momentânea, mas efetiva. A reestruturação inclui transformações muito profundas no modelo e no planejamento do negócio. Esse nível de reestruturação precisa questionar e verificar tudo aquilo que agrega e que não agrega ao negócio para tomar decisões, que são orientadas com um objetivo: sair da crise. Para isso, existe a necessidade de criação de um conselho compartilhado, que irá gerir a mudança.

Esse texto está sendo relevante para você? O Conselho Mudando o Jogo está pronto para ajudar sua empresa de médio porte a crescer. Visite nosso site e fale conosco.

Como é feita a reestruturação?

Voltar aos bons tempos de lucros após uma crise não é fácil. Mas é possível usar as técnicas de reestruturação de empresas para que se possa dar a volta por cima. A fórmula é fazer com que o conselho anticrise da empresa utilize alguns princípios básicos para olhar a crise com novos olhos.

Princípios esses até mesmo do início da construção do negócio. É preciso ter uma visão de futuro diferenciada, com base nas novas expectativas do pós-crise.

Existem alguns conselhos que podem ser seguidos para realizar a reestruturação de uma empresa. Vamos a eles:

1. Reorganização:

Um empreendedor em tempos de crise precisa ter perspectivas diferentes diante de alguns pontos de seu negócio. Sendo assim, é muito importante pesquisar e entender o mercado onde sua empresa atua, além da situação em que ela se encontra. Só depois disso é possível organizar-se novamente.

O principal foco da reestruturação do conselho de administração da empresa deve ser o financeiro. No entanto, esta é uma chance de também refazer o fluxo do trabalho e analisar quais são os cargos que necessitam ser ocupados, assim como se há a necessidade de se criar novas funções e ocupações.

2. Não misture as dívidas:

É completamente possível que existam dívidas restantes do período de crise. Não deixe de manter os pagamentos em dia, se houver algum tipo de acordo com os cobradores. Caso não haja esse acordo, analise as melhores formas de quitar essas dívidas antigas.

Além disso, é preciso não misturar as dívidas do período de crise com as que forem feitas no momento atual. Você está fazendo uma reestruturação e os tempos para sua empresa são outros. É preciso separar o que é passado do presente e do futuro. Assim, é mais fácil controlar a contabilidade de seu negócio.

3. Mantenha seus pés fincados no chão:

No período em que acontece a reestruturação de uma empresa, é imprescindível entender que sucesso algum é razão para que haja exageros. É claro que a ideia é que o negócio cresça novamente depois de certo tempo. No entanto, é preciso cautela durante esse processo.

Por incrível que pareça, é viável manter um negócio lucrativo durante a fase de recessão. Os ganhos desse período devem ser aproveitados para quitar as antigas dívidas e para fazer uma reserva de caixa para a empresa. Esse não é, no entanto, um momento de pensar grande. Tudo tem que estar em seu lugar devido novamente antes de qualquer coisa.

4. Considere tomar decisões extremas:

Podem existir casos em que todo o plano de reestruturação não está dando o resultado desejado. Sendo assim, caso não haja progresso, pode ser que a melhor opção seja fechar temporariamente a empresa. Esse é um exemplo de decisão extrema.

Isso, no entanto, não deve ser entendido como uma decisão sem volta. Ela deve ser vista como ter um tempo maior para reorganizar tudo que está bagunçado, dispensar o que não tiver necessidade e se dedicar ainda mais para o grande retorno. A decisão pode ser extrema, mas pode ser bastante necessária.

Quando se tem mais tempo para se entregar às questões mais difíceis, que precisam ser solucionadas com rapidez, a chance é maior de dar tudo certo.

O Conselho Mudando o Jogo é a nova versão do Conselho de Administração criado para as empresas de capital fechado, adequado às premissas da nova economia. Seu presidente Gustavo Succi e sua equipe estão prontos a ajudar sua empresa através da mentoria mudando o jogo. Muitas organizações já estão mudando o jogo nesse momento.

Esperamos que você tenha gostado do texto. O Conselho Mudando o Jogo está pronto para ajudar sua empresa de médio porte a crescer.

Compartilhe esse Post

Share on facebook
Share on whatsapp
Share on telegram
Share on linkedin
Share on email

Como podemos ajudar a sua empresa a crescer

Conselho Mudando o Jogo

Criamos grupos de Conselho de Administração para compartilhar e discutir em alto nível os desafios de gestão estratégica e te ajudar a tomar as decisões que vão levar sua empresa para o próximo nível! Você pode entrar para uma das turmas ou criamos um conselho só para a sua empresa.

Mentoria Mudando o Jogo

Provavelmente você tem uma estrutura, no seu negócio, com um potencial de gerar resultados muito maiores do que você está atingindo atualmente. Não precisa ser assim, estruturamos uma metodologia própria para otimizar a sua gestão e alavancar o resultado do seu negócio.

Painel CMJ

Convidamos empreendedores do mais alto nível para debater com os Conselheiros do Mudando o Jogo as questões mais atuais sobre gestão empresarial.  Experiências e Know-how que podem acelerar o desenvolvimento da sua empresa.
Podcast

Mudando o jogo

Conversa de empresário! 

No Podcast Mudando o Jogo trazemos discussões relevantes que estão acontecendo em nossas reuniões de Conselho.

Podcast Mudando o Jogo

Gustavo Succi & Luciano Garcia

Canal CMJ no Youtube

Conversas estratégicas entre quem coloca a mão na massa e faz acontecer.

Assista discussões entre convidados e Conselheiros sobre o dia-a-dia das empresas e as estratégias que estão gerando resultado.

Além disso, os inscritos no canal recebem o convite para o Painel CMJ e são lembrados assim que ele começa!

Receba um contato personalizado do nosso time

Preenchendo o formulário abaixo nosso time vai avaliar a sua aplicação e entrar em contato para entender seus desafios e o nível de complexidade da sua empresa. 

Nossa análise é detalhada para que cada empresário que participa de uma das turmas do Conselho Mudando o Jogo faça parte de um grupo em que ele recebe muito, mas também contribui para o desenvolvimento dos outros empresários. 

A partir desse entendimento, vamos identificar qual turma do CMJ seria mais interessante para você, para o negócio dos outros membros e daremos início a sua preparação e boas vindas a turma: 

*Informações obrigatórias.