Talento x Esforço: como ser um líder mais produtivo

Talento x Esforço
Share on facebook
Share on whatsapp
Share on telegram
Share on linkedin
Share on email

Um passo primordial para performar bem nos negócios e ser um bom líder é saber antes quais são seus talentos.

Há diversos exercícios e metodologias para isso – utilizo várias delas com os empresários e empreendedores que participam das minhas mentorias, sejam elas individuais ou em grupo, sem pre com muito sucesso.

Eu descobri por meio de exercícios, que incluem o feedback de outras pessoas, que tenho um talento muito grande para me comunicar com as pessoas e para negociar. Não me assusta nada ter que dar uma palestra para centenas de pessoas ou participar de reuniões de negócios.

Por outro lado, consegui visualizar que sou péssimo no quesito organização – algo que já desconfiava.

É muito difícil para mim organizar minha agenda ou detalhar um projeto no papel, apesar de tê-lo muito claro na mente, por exemplo.

Há estudiosos que defendem que devemos exercitar nossos pontos fracos para fortalecê-los. Há outros, onde me incluo, que pensam exatamente o contrário. Acredito que devemos nos centrar nos nossos pontos fortes, que requerem um esforço muito menor de nossa parte.

Para mim é muito intuitivo e fácil conversar com as pessoas e pensar estrategicamente os negócios. É algo que flui. Quando tenho de exercitar esses talentos, estou no que podemos chamar de Zona de Flow.

É onde tudo flui naturalmente, com o mínimo esforço.

Há talentos que não são tão latentes – no meu caso, na hora de escrever um texto. Não escrevo com a facilidade de amigos meus que são jornalistas, por exemplo. Para eles, escrever um texto é tão simples quanto é fazer uma palestra para mim. Mas também não sofro muito na hora de colocar meus pensamentos no papel – apenas não faço isso tão naturalmente, mas também não sofro em demasia. Estou no que gosto de chamar de Zona Mediana.

O problema está na Zona da Tortura. É quando seus talentos em determinada área são tão baixos que demandam um esforço imenso para gerar ações. É onde a procrastinação impera.

Quando tenho que organizar minha agenda ou mandar uma proposta para um cliente, por exemplo, sofro demais. Até consigo fazer essas coisas, mas às custas de um esforço tremendo, que me custa muito tempo que poderia estar sendo gasto no exercício dos talentos que me são mais naturais.

O que fazer, então? Sempre que organizo um negócio – seja uma empresa, como já fiz no passado, seja um projeto pontual – me cerco de pessoas muito organizadas, que de certa forma suprem essa minha deficiência.

Com isso, consigo me dedicar por inteiro àquilo em que tenho excelência.

Pelo menos para mim, o resultado é muito satisfatório. Se eu tivesse que me esforçar o quanto precisaria para me organizar de uma forma mediana, estaria tirando tempo e energia daquilo em que já me destaco naturalmente. Não me parece um bom negócio.

Ao me cercar de pessoas – sejam funcionários, colaboradores ou parceiros de negócio – que me auxiliam no que me faria sofrer, consigo voar mais alto.

E você? Já parou para pensar quais são suas deficiências? Será que você não está batendo muito com a cabeça na parede tentando fazer algo que não é – e talvez nunca será – o seu forte? Já pensou em, digamos, “terceirizar” esse talento? Já pesquisou se não há ferramentas que possam auxiliá-lo a suprir suas deficiências?

Temos que entender: não somos perfeitos. Não existe ninguém perfeito. Sempre teremos algum ponto fraco. Cabe a você decidir se vai tentar melhorá-lo, às custas de muito esforço, ou se vai focar nos seus pontos fortes, procurando auxílio externo para o que demandaria muito esforço.

Minha sugestão de um primeiro passo: ter em mente qual é sua Zona de Flow e sua Zona de Tortura – a Zona Mediana é todo o resto.

Aí cabe a você a decisão: focar no que há de melhor em você, como eu faço, ou focar no que há de pior.

PS: Quer conhecer os 05 Passos para Pequenos e Médios Empresários Terem Equipes Mais Engajadas, Crescer o Negócio e Trabalhar com PROPÓSITO? Assista à AULA GRATUITA que preparei e divirta-se!

Compartilhe esse Post

Share on facebook
Share on whatsapp
Share on telegram
Share on linkedin
Share on email

Como podemos ajudar a sua empresa a crescer

Conselho Mudando o Jogo

Criamos grupos de Conselho de Administração para compartilhar e discutir em alto nível os desafios de gestão estratégica e te ajudar a tomar as decisões que vão levar sua empresa para o próximo nível! Você pode entrar para uma das turmas ou criamos um conselho só para a sua empresa.

Mentoria Mudando o Jogo

Provavelmente você tem uma estrutura, no seu negócio, com um potencial de gerar resultados muito maiores do que você está atingindo atualmente. Não precisa ser assim, estruturamos uma metodologia própria para otimizar a sua gestão e alavancar o resultado do seu negócio.

Painel CMJ

Convidamos empreendedores do mais alto nível para debater com os Conselheiros do Mudando o Jogo as questões mais atuais sobre gestão empresarial.  Experiências e Know-how que podem acelerar o desenvolvimento da sua empresa.
Podcast

Mudando o jogo

Conversa de empresário! 

No Podcast Mudando o Jogo trazemos discussões relevantes que estão acontecendo em nossas reuniões de Conselho.

Podcast Mudando o Jogo

Gustavo Succi & Luciano Garcia

Canal CMJ no Youtube

Conversas estratégicas entre quem coloca a mão na massa e faz acontecer.

Assista discussões entre convidados e Conselheiros sobre o dia-a-dia das empresas e as estratégias que estão gerando resultado.

Além disso, os inscritos no canal recebem o convite para o Painel CMJ e são lembrados assim que ele começa!

Receba um contato personalizado do nosso time

Preenchendo o formulário abaixo nosso time vai avaliar a sua aplicação e entrar em contato para entender seus desafios e o nível de complexidade da sua empresa. 

Nossa análise é detalhada para que cada empresário que participa de uma das turmas do Conselho Mudando o Jogo faça parte de um grupo em que ele recebe muito, mas também contribui para o desenvolvimento dos outros empresários. 

A partir desse entendimento, vamos identificar qual turma do CMJ seria mais interessante para você, para o negócio dos outros membros e daremos início a sua preparação e boas vindas a turma: 

*Informações obrigatórias.